Como o BPO pode ajudar no controle fiscal da sua empresa?

O que é o BPO?

O universo do empreendedorismo vive dias difíceis. A busca pelo aumento da produtividade, redução de custos, fidelização de clientes, entre outros resultados, têm se tornado um verdadeiro mantra no mundo dos negócios. Por isso, várias estratégias, como o BPO para o controle fiscal de uma empresa, vêm sendo criadas com o objetivo de facilitar o alcance dessas metas.

O BPO funciona como uma “terceirização” de diversos processos que não necessitam da atuação direta da empresa. São processos internos ligados a ações burocráticas, como o arquivamento de notas fiscais, digitalização e guarda de documentos, contas a pagar e a receber, treinamento, seleção de pessoal, folha de pagamento, entre outros procedimentos que podem, perfeitamente, ser realizados por uma empresa contratada.

A partir de um abordagem “mix-and-match”, a empresa decide se prefere contratar uma única empresa terceirizada, capaz de executar todos esses processos citados acima, ou se não seria melhor contratar várias empresas, cada uma delas especializada em um segmento específico seja ele fiscal, contábil, tributário, entre outros.

Quais as vantagens do BPO para o controle fiscal de uma empresa?

O BPO pode contribuir para racionalizar a relação de uma empresa com o fisco, na medida em que repassa para uma empresa especializada toda a parte burocrática da organização.

Além disso, existem outras vantagens, como:

1- Redução de custos

Parece óbvia a redução de custos obtida por meio da adesão a sistemas como o BPO. A redução do “overhead” ou  “custos indiretos”, como despesas com treinamento, recrutamento, aluguéis, seguros, depreciações, entre outros. A redução dos custos é um dos principais benefícios desse sistema, que tem feito muitas empresas subirem de patamar em pouquíssimo tempo.

2- Maior produtividade.

É claro que se uma empresa deixa de preocupar-se com determinadas questões burocráticas, seus esforços serão voltados para a produção — que é o que realmente importa para uma organização.

E se os funcionários são dispensados de algumas atividades manuais, eles poderão ser utilizados em setores mais estratégicos da empresa, como o atendimento ao cliente, marketing, inovação em tecnologia (e o seu uso no dia a dia), entre outras formas de garantir o aumento da produtividade do negócio.

3- Dedicação a setores-chave da empresa

A possibilidade de direcionar esforços para setores mais estratégicos, como marketing, gestão, inovação, compras, vendas, entre outros, também representa um benefício do BPO, e que pode se relacionar com um maior controle fiscal, já que a gestão de encargos e tributos torna-se bem mais racional quando colocada nas mãos de uma empresa especializada.

4- Uso de tecnologia de ponta

Por meio de modernos sistemas de gestão (ou ERPs), as empresas terceirizadas facilitam a vida dos empreendedores, pois, além de não se preocuparem com determinadas questões fiscais, estes ainda têm a garantia de que elas serão administradas com o que há de mais moderno em softwares e hardwares para a gestão da burocracia.

Esses programas facilitam a prestação de contas ao fisco, mantém a empresa atualizada com relação a normas e regulamentos, evita multas e demais penalidades, utilizam o serviço ECM (para automatização de fluxos de procedimentos trabalhistas), GED (Gestão Eletrônica de Documentos), entre outras novidades tecnológicas a serviço da empresa.

O BPO faz parte de uma lista de estratégias modernas para facilitar a vida de uma empresa diante do fisco. Na sua opinião qual a importância desse sistema? Deixe a resposta em forma de um comentário. E continue acompanhando as nossas publicações.

Recent Posts